Cargo de confiança bancário: o que é e quais os seus direitos


Há uma trajetória entre os trabalhadores bancários e quando um deles chega a um cargo de confiança, é motivo de comemoração e sucesso.


Acontece que com o passar do tempo e a responsabilidade do cargo, o colaborador passa a ter algumas dúvidas bem comuns, que serão respondidas aqui.


Acompanhe.


Quem está enquadrado em cargo de confiança?


Para começar, precisamos entender que bancários são os empregados de bancos e instituições financeiras. Equiparam-se, para fins trabalhistas, os que trabalham

em empresas de crédito, financiamento ou investimento.


E o cargo de confiança é uma classificação, dividida em intermediário e máximo.


O cargo intermediário engloba bancários que possuem jornada mínima de 08 horas diárias e 40 horas semanais.


Como:

  • Gerentes de Relacionamento

  • Gerentes Comerciais Assistentes

  • Gerentes Administrativos ou operacionais

  • Supervisores, etc.


Já o cargo de confiança máximo, que pode ser chamado também de cargo de gestão, é quando temos colaboradores isentos de controle de jornada (registro de ponto) e que, consequentemente, não recebem horas extras.

O colaborador neste quadro, tem total autonomia e responsabilidades irrestritas, não

precisando dar quaisquer satisfações da sua rotina de trabalho para

seus superiores hierárquicos, podendo, por exemplo, demitir e contratar funcionários sem prestar contas, como se fosse dono do negócio e deve receber gratificação de função (55% do seu salário).


São considerados cargos de gestão:


  • Gerentes Gerais

  • Superintendentes

  • Gerentes Regionais

  • Diretores de departamento ou filiais

Atenção!


Caso você esteja classificado dentro desses cargos, mas precisar:


  • pedir autorizações para tomar decisões,

  • dividir responsabilidades com outros colegas no âmbito de agência/plataforma/filial,

  • possuir necessidade de informar quando está se ausentando da sede da empresa,


há uma serie de direitos que pode-se questionar através de um advogado da sua confiança.


Assista o vídeo com nosso advogado especialista Alan Hanjoya e entenda mais.



Caso queira ver a legislação sobre o assunto e saber mais sobre horas trabalhadas e diferenças salárias de maneira descomplicada, clique aqui e baixe o nosso Manual com os maiores questionamentos dos nossos clientes.



133 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo